Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Da Lei do Retorno.

 

Be careful with what you wish for... It may come true!
 

Diz a Lei do Retorno que tudo o que fizermos ou desejarmos, voltará para nós. Todos os nossos desejos, decisões ou actos tomados na nossa vida têm um efeito correspondente. Eu acredito nisto e procuro pôr esta lei em prática.

 

De natureza, já tenho bom íntimo, fui ensinada e educada a praticar o bem e foi sempre este o ambiente que me rodeia. Não compreendo muitos actos praticados por muita gente. De tal forma, que muitas vezes digo (e vocês já o devem ter lido aqui) que “devo andar muito enganada neste mundo”.

 

Esta é uma lei que está implícita nas mais pequenas coisas, é algo intrínseco ao universo: cada ação tem uma reação. Se essa ação é boa, o bom retorna para nós. Se damos, recebemos. Em quantidade e qualidade proporcionais.

 

Mas nós não somos seres perfeitos e, por isso, nem sempre aquilo que fazemos é o mais acertado. Cabe-nos a cada um de nós, nessas alturas, tomar consciência, reflectir, aprender e corrigir aquela ação menos boa. É isto que nos faz crescer, progredir enquanto Ser Humano. Afinal, o Ser Humano é um ser social, que estabelece relações com os seus pares e que nem sempre são harmoniosas.

 

Neste sentido, podemos até dizer que somos nós que traçamos o nosso caminho, que assumimos a responsabilidade dos nossos actos, que escolhemos o tipo de relação com os outros.

 

Todo este texto tem um motivo e uma justificação por trás. Por isso, hoje, deixo-vos alguns conselhos:

- Deus não dorme (e protege os fracos):

- Deus pode tardar mas não falha;

- Canalizem as energias negativas para algo que não as traga de volta;

- Libertem a energia positiva em todas as pequenas coisas que fazem na vida e ela voltará para vós para vos fortalecer.

 

Lembrem-se: desejar mal ao próximo é desejar mal a si próprio. E isto “paga-se”. (E com isto não me refiro àqueles desabafos momentâneos mas aos actos efectivos e com ódio).